Quarta, 11 Maio 2016 14:51

Técio empossa conselheiro do CNJ que presidiu a OAB-PI

José Norberto Lopes Campelo ajudará a alavancar a Comissão de Direito Eleitoral, que está sendo reformulada. José Norberto Lopes Campelo ajudará a alavancar a Comissão de Direito Eleitoral, que está sendo reformulada.
Os advogados José Norberto Lopes Campelo, Luiz Claudio Duarte e Arnaldo Blaichman foram empossados como membros efetivos, na sessão ordinária desta quarta-feira (11/5), pelo presidente nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Técio Lins e Silva. Especialista em Direito Público, Empresarial e Eleitoral, o conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) José Norberto Lopes Campelo teve o seu nome submetido aos consócios por Técio Lins e Silva, que da tribuna do plenário saudou a sua chegada: "Aprendi a admirar o colega por sua especialíssima dedicação nos dois anos em que estive no CNJ, de 2007 a 2009, quando o conheci e eram raros os presidentes de seccionais que participavam da vida do Conselho. À frente da OAB do Piauí, José Norberto Campelo foi a quase todas as seções do CNJ, levando as questões de interesse da advocacia do seu estado".

O presidente nacional do IAB disse, ainda, que o novo consócio, que foi presidente da Comissão de Direito Eleitoral do Conselho Federal da OAB, "ajudará a alavancar a Comissão de Direito Eleitoral do IAB, que está sendo reformulada, assim que se desvincular de sua atividade notável no CNJ". Formado em Direito e Economia pela Universidade Federal do Piauí, José Norberto Campelo, que também presidiu a Comissão de Relações Institucionais da OAB Nacional, foi empossado no ano passado como conselheiro do CNJ para o biênio 2015/2017.

"Nos momentos importantes de nossas vidas, devemos estar ladeados por pessoas queridas, como a minha mãe e a minha esposa aqui presentes e que têm forte influência na minha formação e no meu modo de ser", afirmou da tribuna do plenário o novo consócio, em reverência à mãe Maria de Jesus e à esposa Natália. José Norberto Campelo disse ainda: "Agradeço ao presidente Técio Lins e Silva por sua generosidade e espírito tão elevado, indicando o meu nome para integrar esta Casa, cuja existência se confunde com a história republicana do País".
 

Arnaldo Blaichman e Luiz Claudio Duarte também foram empossados como membros efetivos.
Luiz Claudio Duarte, que é especialista em Direito Empresarial, Arbitragem e Comércio Internacional, também falou do seu "orgulho" de ingressar no IAB. "É uma honra passar a conviver com grupo tão seleto de advogados desta Casa, da qual fez parte o meu saudoso pai, Luiz Felipe Machado Duarte, que sempre me falou com muito carinho do Instituto", afirmou.

O consócio Arnaldo Blaichman foi saudado pelo advogado e ex-ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Roberto Rosas, membro do IAB desde 1970, que o indicou ao Instituto para se tornar membro efetivo. Na sua primeira manifestação da tribuna, o novo consócio disse: "Antes tarde do que nunca". Blaichman complementou: "Eu sempre sonhei em ingressar neste notável clube de juristas. Mesmo com a minha longa experiência profissional, serei um bom aluno para aprender com os brilhantes advogados desta Casa".