Morre João Luiz Duboc Pinaud, advogado e ativista pelos Direitos Humanos

G1 - 24/4/2018

O corpo foi velado na Câmara de Vereadores de Niterói e a cremação está marcada para 10h no Cemitério Parque da Colina, também na cidade.

 

 
João Luiz Duboc Pinaud em homenagem aos povos indígenas, acompanhado pelos atores Osmar Prado e Antônio Pitanga. (Foto: Reprodução/ Joaoluizpinaud.com)João Luiz Duboc Pinaud em homenagem aos povos indígenas, acompanhado pelos atores Osmar Prado e Antônio Pitanga. (Foto: Reprodução/ Joaoluizpinaud.com)

João Luiz Duboc Pinaud em homenagem aos povos indígenas, acompanhado pelos atores Osmar Prado e Antônio Pitanga. (Foto: Reprodução/ Joaoluizpinaud.com)

 O advogado e ativista pelos direitos humanos João Luiz Duboc Pinaud, de 87 anos, morreu nesta segunda-feira (23) no Rio. O corpo foi velado na Câmara de Vereadores de Niterói e a cremação está marcada para as 10h no Cemitério Parque da Colina, também na cidade.

Pinaud teve os direitos políticos cassados no golpe militar de 1964, inclusive a cadeira que ocupava na Universidade Federal Fluminense (UFF), onde lecionava no curso de Direito, e seu cargo de juiz do antigo Estado do Rio de Janeiro. Ele foi secretário estadual de Justiça e também de Direitos Humanos. O jurista também foi presidente do Instituto de Advogados Brasileiros (IAB).

João Luiz Duboc Pinaud era casado há 28 anos e deixa três filhos, oito netos e cinco bisnetos.

O IAB decretou luto oficial por três dias em homenagem à memória de Pinaud. De acordo com Técio Lins e Silva, presidente da entidade, ele se dedicou em defender presos políticos durante a ditadura.

"O IAB está de luto, para dizer às gerações que não o conheceram, que nós perdemos um homem comprometido com o Direito e a democracia, exímio professor, sobretudo um homem bom, amigo, símbolo da generosa luta pelos direitos humanos", explicou o presidente do IAB.

Fonte: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/morre-joao-luiz-duboc-pinaud-advogado-e-ativista-pelos-direitos-humanos.ghtml