Quinta, 14 Fevereiro 2019 00:12

Reis Friede, que presidirá o TRF2, visita o IAB e afirma que ‘não há justiça sem advogados’

Presidente eleito do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) para o biênio 2019/2021, o desembargador Reis Friede, que tomará posse no cargo em abril, visitou na manhã desta quarta-feira (13/2) a sede do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), onde foi recebido pela presidente nacional, Rita Cortez, e membros da Diretoria. “Não há justiça sem advogados”, afirmou Reis Friede, numa recorrência ao título do seu artigo publicado no site do IAB, no dia 5 de fevereiro último. O desembargador estava acompanhado do brigadeiro Adyr da Silva, presidente da Sociedade Brasileira de Direito Aeroespacial (SDBA), da qual o magistrado é membro.
Reis Friede destacou a importância da presença do IAB no encontro que ele pretende promover entre representantes do TRF2, do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) e do Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região (TRT1), com o objetivo de “promover a troca de ideias e contribuir para o fortalecimento da atividade judiciária no Estado do Rio de Janeiro”. Em seguida, Rita Cortez disse que, “neste momento do País em que a advocacia vem sendo gravemente desrespeitada, é motivo de grata satisfação o reconhecimento vindo de um magistrado a respeito da relevância do papel do advogado para que haja justiça”.

Durante a visita, Rita Cortez entregou aos visitantes propostas para que se tornem membros honorários do Instituto e acertou com eles a assinatura de Termo de Cooperação entre o IAB e a SBDA para a realização de eventos conjuntos. “Será uma parceria que irá ao encontro do antigo propósito do Instituto de criar a sua Comissão de Direito Aeronáutico”, disse a presidente do IAB. Reis Friede, que é professor emérito da Escola de Comando e Estado-Maior do Exército (Eceme) e honoris causa da Universidade da Força Aérea (Unifa), e o brigadeiro Adyr da Silva apoiaram a ideia.

Eles disseram que a nova comissão do IAB poderá contribuir, junto com a SBDA, na formulação de propostas para a elaboração do novo Código Brasileiro Aeronáutico,que está sendo discutido no Senado. Além disso, pediram à presidente que indique um expositor do IAB para participar do seminário que a SBDA realizará, com o objetivo de debater mudanças na legislação.

No encontro, Reis Friede falou que, após suceder em abril o desembargador André Fontes na presidência do TRF2, irá manter a parceria do tribunal com o Instituto, para dar continuidade à realização de eventos culturais e acadêmicos conjuntos. Rita Cortez ressaltou que “o tribunal tem se destacado pela realização de eventos de qualidade, com conteúdos temáticos relevantes e alinhados com o momento atual”.

A presidente do IAB citou o seminário sobre Quilombolas: aspectos políticos, jurídicos e políticas públicas inclusivas, promovido em novembro do ano passado, na sede do TRF2, quando André Fontes, que também preside a Comissão de Filosofia do Direito do IAB, e o presidente da Comissão da Verdade da Escravidão Negra do Brasil do Conselho Federal da OAB, Humberto Adami, foram agraciados pelo Instituto com a Medalha Luiz Gama. “Se o Superior Tribunal de Justiça é reconhecido como o tribunal da cidadania, o TRF2 deveria receber o título de tribunal da cidadania no Estado do Rio de Janeiro”, exaltou Rita Cortez.

Estavam presentes na visita o 2º vice-presidente do IAB, Sydney Sanches; a 3ª vice-presidente, Adriana Brasil Guimarães; o diretor Financeiro, Arnon Velmovitsky; a diretora-secretária e presidente da Comissão de Mediação, Conciliação e Arbitragem, Ana Tereza Basílio; o diretor-secretário Antonio Laért Vieira Junior; a diretora de Eventos, Leila Pose Sanches; o diretor de acompanhamento Legislativo Cível, André Marques; o diretor da Comissão de Direito Financeiro e Tributário, Adilson Rodrigues Pires; e o diretor-adjunto Luiz Felipe Conde.

Da esq. para a dir., André Marques, Antonio Laért Vieira Junior, Luiz Felipe Conde, Arnon Velmovitsky, Leila Pose Sanches, Sydney Sanches, Adyr da Silva, Rita Cortez, Reis Friede, Ana Tereza Basílio, Adriana Brasil Guimarães e Adilson Rodrigues Pires