Sexta, 18 Outubro 2019 20:26

Presidente faz palestras para advogados e estudantes de Direito, em Teresópolis

Da esq. para a dir., Rita Cortez, Rodrigo Cunha e Clarissa Azevedo Da esq. para a dir., Rita Cortez, Rodrigo Cunha e Clarissa Azevedo
“A maior barreira ao empoderamento feminino nas carreiras jurídicas, principalmente na advocacia, é o telhado de vidro, invisível, que impede as mulheres de ascender ao topo das suas profissões.” A afirmação foi feita pela presidente nacional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB), Rita Cortez, na sua palestra Mulher advogada: a liderança feminina na carreira jurídica, nesta quinta-feira (17/10), no auditório da subseção da OAB/RJ em Teresópolis, na Região Serrana. Após falar para os advogados, a convite da Comissão OAB Mulher da subseção, Rita Cortez seguiu para o Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso), com sede no mesmo município. Para estudantes do curso de Direito, a advogada proferiu palestra sobre A Importância do Exame de Ordem para a advocacia e para um ensino jurídico de qualidade.
Na sua exposição aos advogados, Rita Cortez integrou a mesa com os presidentes da subseção, Rodrigo Cunha, e da Comissão OAB Mulher, Clarissa Azevedo. A presidente do IAB falou da diferença entre liderança e empoderamento feminino. “O fortalecimento da mulher implica agir coletivamente, de forma a superar situações de dependência econômica ou social, ou ainda de dominação política, além de ter consciência sobre direitos sociais e civis”, afirmou. A presidente citou como obstáculos ao crescimento da mulher na advocacia a ausência de referencial feminino, a assimilação do padrão masculino, a maternidade e a responsabilidade familiar.

Na sede da Unifeso, a presidente do IAB e o diretor-geral da Fundação Educacional Serra dos Órgãos (Feso), Luiz Eduardo Possidente Tostes, assinaram Termo de Cooperação, com o objetivo de realizar, em parceria, atividades acadêmicas e culturais. A Feso é responsável pela gestão financeira e patrimonial de todas as unidades da Unifeso.
 
Luiz Eduardo Possidente Tostes e Rita Cortez