Sexta, 02 Outubro 2020 16:25

Medalha Rui Barbosa

AGRADECIMENTO À DIRETORIA E AOS COLEGAS E AMIGOS DO CONSELHO FEDERAL DA OAB

EMINENTE E ESTIMADO PRESIDENTE – FELIPE SANTA CRUZ – E TODA A ILUSTRADA E ESTIMADA DIRETORIA DO CFOAB DIGNOS MEMBROS HONORÁRIOS VITALÍCIOS E DIRIGENTES DAS SECCIONAIS DA OAB EM TODO O BRASIL
CARÍSSIMOS COLEGAS, MINHAS AMIGAS E MEUS AMIGOS DO CFOAB.

ESPERO ENCONTRA-LOS A TODOS EM PAZ E COM SAÚDE, JUNTO AOS SEUS ENTES QUERIDOS.

QUERO AGRADECER A OUTORGA DA MEDALHA RUI BARBOSA À MINHA MODESTA PESSOA PELO EGRÉGIO CONSELHO FEDERAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, POR ACLAMAÇÃO DE SEUS EMINENTES E ESTIMADOS MEMBROS, QUE ENGRANDECEM DE FORMA INEXCEDÍVEL A ADVOCACIA BRASILEIRA NESTE EXCELSO COLEGIADO.

DEVO DIZER-LHES QUE JAMAIS IMAGINEI PODER SER MERECEDOR DA COMENDA MÁXIMA CONFERIDA PELO CONSELHO FEDERAL DA OAB ÀS GRANDES PERSONALIDADES DA ADVOCACIA BRASILEIRA, NA DICÇÃO DO ARTIGO 152 DO REGULAMENTO GERAL DO ESTATUTO DA ADVOCACIA E DA OAB. COMO AFIRMEI EM MENSAGEM DIRIGIDA A TODO O NOSSO SELETO GRUPO NA SEMANA PASSADA, NÃO TENHO, VERDADEIRAMENTE, VELEIDADES E AMBIÇÕES DE HOMENAGENS. TUDO O QUE TENHO PROCURADO FAZER NO CURSO DA MINHA SINGELA EXISTÊNCIA, NO PLANO DA ÉTICA, DA VIDA PROFISSIONAL, DO MAGISTÉRIO E DA POLÍTICA, NO ESPAÇO TANTO PÚBLICO QUANTO PRIVADO, SEMPRE CONSTITUIU PARA MIM, COM A GRAÇA DE DEUS, NADA MAIS DO QUE A REALIZAÇÃO DE DEVERES INDECLINÁVEIS DA CONSCIÊNCIA. A MAIOR HOMENAGEM QUE PODERIA RECEBER, E QUE JÁ RECEBO DIUTURNAMENTE É O CONVÍVIO ULTRA GRATIFICANTE COM TODOS VOCÊS, QUERIDAS CONSELHEIRAS E CONSELHEIROS FEDERAIS DA ATUAL GESTÃO E DAS GESTÕES PASSADAS, AO LONGO DE TODOS ESSES ANOS EM QUE TENHO PROCURADO SERVIR, COM ESPÍRITO PÚBLICO E DESPRENDIMENTO, À NOSSA AMADA OAB E À ADVOCACIA BRASILEIRA.

MAS, TOCOU-ME PROFUNDA E INDELEVELMENTE, A INDICAÇÃO COM QUE ME HONRARAM OS DIRIGENTES DA NOSSA CASA DOS ADVOGADOS, QUERIDOS AMIGOS - NOSSO VICE-PRESIDENTE LUIZ VIANA, NOSSO DIRETOR TESOUREIRO JOSÉ AUGUSTO NORONHA, E NOSSO SECRETÁRIO GERAL ADJUNTO ARY RAGHIANTI. A VOCÊS DEIXO AQUI O MEU MAIS PROFUNDO RECONHECIMENTO E SENTIMENTO DE RECEIO PELA IMPRUDÊNCIA DESVANECEDORA DO SEU GESTO. SOBREMODO TOCOU-ME, NA MESMA MEDIDA, O APOIAMENTO PÚBLICO DO NOSSO EMINENTE, DIGNO E QUERIDO COLEGA PRESIDENTE FELIPE SANTA CRUZ E SUA AMADA DANIELA, CASAL AMIGO COM QUEM TENHO TIDO O PRIVILÉGIO DE CONVIVER HÁ TANTOS ANOS NAS LUTAS DEMOCRÁTICAS E DA ADVOCACIA BRASILEIRA.

QUERO, AINDA, RESSALTAR E AGRADECER, COM O CORAÇÃO EM LÁGRIMAS, O APOIO TÃO FRATERNO E HONROSO QUE RECEBI DOS EX-PRESIDENTES DO CFOAB BERNARDO CABRAL, JOSÉ ROBERTO BATOCHIO E MARIO SERGIO DUARTE GARCIA, QUE, HABILITADOS A VOTAR POR FORÇA DO PERMISSIVO DO NOSSO ESTATUTO, GENTILMENTE ENVIARAM À PRESIDÊNCIA DESSE E. CONSELHO FEDERAL MENSAGENS E VOTOS PELO SUFRÁGIO DO MEU NOME. AGRADEÇO TAMBÉM AO ETERNO PRESIDENTE CLÁUDIO LAMACHIA O GESTO DE APOIO QUE TANTO ME SENSIBILIZOU DO ALTO DO SEU EXTRAORDINÁRIO LEGADO DE GESTÃO NA PRESIDÊNCIA DESTA CASA DA ADVOCACIA. PENHORADO AGRADEÇO, AINDA, AS MANIFESTAÇÕES DE CARINHO E BENEPLÁCITO QUE TANTO ME COMOVERAM DA PARTE DOS GLORIOSOS TITULARES DA MEDALHA RUI BARBOSA PAULO BONAVIDES, JOSÉ AFONSO DA SILVA, PAULO MEDINA E CLÉA CARPI, COM QUEM TANTO APRENDI E A QUEM TANTO DEVO NO CURSO DA VIDA.

É TÃO IMENSA A MINHA SURPRESA, ALEGRIA E GRATIDÃO QUE QUERO NESTA MANHÃ DE LUZ E DE JÚBILO DEDICAR A MEDALHA RUI BARBOSA – FRUTO DA SUA GENEROSIDADE – AOS QUERIDOS E NOTÁVEIS COLEGAS E AMIGOS DO CONSELHO FEDERAL DA OAB – DO PASSADO E DO PRESENTE – COM OS QUAIS COMPARTILHAMOS O CONVÍVIO AMENO, RESPONSABILIDADES SEM TRÉGUAS, DESAFIOS INGENTES, INSTANTES DE GALHARDA SUPERAÇÃO E DE TANTOS SONHOS CONQUISTADOS. A OAB É UMA PÁGINA FUNDAMENTAL E CULMINANTE DO LIVRO ABERTO DA MINHA VIDA. NESTE CONSELHO FEDERAL E NA OAB DO RIO DE JANEIRO TENHO VIVIDO OS MOMENTOS MAIS CINTILANTES DA JORNADA HERÓICA DO SER ADVOGADO. NO EXERCÍCIO DA PROFISSÃO NOBILITANTE APRENDI QUE VITÓRIAS E DERROTAS, QUE DOR E ALEGRIA FAZEM PARTE DO DNA DO NOSSO OFÍCIO E ENALTECEM IGUALMENTE O TRAJETO EFÊMERO E GLORIOSO RUMO À CONSUMAÇÃO DOS TEMPOS. AQUI TENHO E SEMPRE TIVE GRANDES AMIGOS E COMPANHEIROS DE VIDA. ALGUNS SE FORAM E NOS ESPERAM NAS PLANÍCIES CELESTIAIS. OUTROS FICARAM E CONTINUAM A VALORIZAR O BOM COMBATE. A TODAS E A TODOS, MINHA MAIS SENTIDA HOMENAGEM PELO APRENDIZADO E PELA CAMINHADA DE MÃOS DADAS.

NÃO POSSO DEIXAR DE AGRADECER, POR FIM, AO APOIO E DEDICAÇÃO AOS FRUTOS DO MEU DESTINO, DE SILVIA, ESPOSA E COMPANHEIRA DE TODAS AS HORAS HÁ CINQUENTA ANOS DE CONVÍVIO DOCE E ABENÇOADO, AO CARLOS FERNANDO, FILHO QUERIDO E PARCEIRO INCOMPARÁVEL DE TODAS AS LUTAS, E À SAUDOSA FILHA MARIA CLARA, CUJA LUZ SEMPRE BRILHARÁ EM NOSSA CASA.

POR FIM, AO BOM DEUS AGRADEÇO AS PROVAÇÕES QUE ME FORTALECERAM E OS COMBATES QUE ME PERMITIU ENFRENTAR E SOBREVIVER A TODOS ELES COM HUMILDADE E RENOVADAS ESPERANÇAS. JUNTO A GIGANTES QUE ME LIDERARAM NA JORNADA E ME IMUNIZARAM DO MEDO DA GUERRA - LEONEL BRIZOLA, DARCY RIBEIRO, OSCAR NIEMEYER, BARBOSA LIMA SOBRINHO E ULISSES GUIMARÃES, AO LADO DE TANTOS OUTROS COMPANHEIROS DE FIBRA INVULGAR QUE CONHECI NA TRILHA DO BOM COMBATE E NA GUARDA DA FÉ DE QUE FALAVA SÃO PAULO NA CARTA DERRADEIRA A TIMÓTEO.

UM RÁPIDO RETROSPECTO: A VIVÊNCIA POLÍTICA EDIFICANTE, AS AÇÕES CLANDESTINAS NA RESISTÊNCIA DEMOCRÁTICA NOS TEMPOS NEFANDOS DA DITADURA MILITAR, O RECHAÇO À INTOLERÂNCIA E À ESTUPIDEZ QUE HOJE SE RENOVA NO GOVERNO DA REPÚBLICA EM NOSSO PAÍS, O INDESVIÁVEL CREDO DEMOCRÁTICO NAS IGUALDADES, NA ABOLIÇÃO DOS PRECONCEITOS, NA JUSTIÇA SOCIAL E NOS DIREITOS HUMANOS REDIVIVOS A CADA MANHÃ DE MEUS DIAS ENSINARAM-ME O SENTIDO DA PERSEVERANÇA NAQUILO QUE REALMENTE IMPORTA: A ESPERANÇA. NESTES TEMPOS DE CÓLERA E MEDIOCRIDADE QUE VOLTAM A ATORMENTAR A VIDA BRASILEIRA, TEMOS, SIM, QUE EMPUNHAR A BANDEIRA DA ESPERANÇA QUE NOS TRANSFORMA E NOS IMPULSIONA EM DIREÇÃO AO ALTAR DOS VALORES E IDEAIS SUBLIMADOS DO ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO.

POR OUTRO LADO, PERCEBO QUE AS MUDANÇAS DESTES TEMPOS NA ERA DA INTERNET SÃO FRENÉTICAS E IMPLACÁVEIS. A INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL, A AUTOMAÇÃO E A ROBÓTICA COMEÇAM A TRANSFORMAR O MERCADO DE TRABALHO E AS ATIVIDADES HUMANAS, JÁ PROJETANDO A ADVOCACIA DO FUTURO PRÓXIMO E TORNANDO OBSOLETOS OS METODOS DE APLICAÇÃO COM QUE FOMOS FORMADOS. O ADVOGADO DIGITAL NÃO ESTÁ MAIS DISPONÍVEL PARA LEITURAS E ARRAZOADOS EXTENSIVOS E RECHEADOS DE CITAÇÕES DOUTRINÁRIAS E ESCÓLIOS JURISPRUDENCIAIS. TUDO TENDE A SER ABSORVIDO PELA VELOCIDADE “ON LINE” A TEMPO REAL E PELA VISÃO PRAGMÁTICA DO “GAME OVER”. OS ESTUDANTES DE DIREITO DESSA NOVA GERAÇÃO “Z” ANOTAM AS AULAS EM LINGUAGEM DE “BULLET POINT” NO SMARTPHONE. A PRÓPRIA AULA DEIXA DE SER MAIS DISCURSIVA E PRESENCIAL E NÃO RARO SE RESUME A UM EXPLANAÇÃO EM POWER POINT VIA SKIPE OU YOUTUBE. PROFESSORES E ALUNOS JÁ DISPENSAM A SOCIOLOGIA DO CONVÍVIO E CADA VEZ TÊM MENOS ACESSO FÍSICO E RECÍPROCO. COMEÇAM A DESAPARECER OS PARANINFOS E PATRONOS QUE FIZERAM AS GLÓRIAS DAS FACULDADES DE DIREITO. FICARÁ DIFÍCIL ATÉ MESMO IDENTIFICAR, PROXIMAMENTE, O QUE SEJAM ATOS PRIVATIVOS DE ADVOGADO, CUJO EXERCÍCIO SÓ PODE SE DAR POR PROFISSIONAIS DO DIREITO INSCRITOS NA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL, SOB PENA DE NULIDADE, PARA FINS E EFEITOS DOS ARTIGOS 1º E 4º DO NOSSO ESTATUTO DE CLASSE. O PRÓPRIO SENTIDO DA CONFLITUALIDADE SOCIAL E EMPRESARIAL QUE GERA E SUSTENTA O MERCADO DA ADVOCACIA E O MUNDO DO DIREITO, TENDE A ASSUMIR, NO ESPAÇO VIRTUAL, OUTRAS FORMAS, OUTROS CONTEÚDOS E OUTRAS MATRIZES E PLATAFORMAS DE SOLUÇÃO. IMPENDE ADVERTIR QUE AS REDES SOCIAIS PODEM SER “ANTISOCIAIS”, NA MEDIDA EM QUE MANIPULAM INFORMAÇÕES, INDUZEM O CONSUMO MEDIANTE A MONETIZAÇÃO DOS GOSTOS E PREFERÊNCIAS, MOLDAM O INCONSCIENTE COLETIVO, INFLUENCIAM PERVERSAMENTE O PROCESSO ELEITORAL E NÃO RARO DISSIMINAM DIFAMAÇÕES E AGRAVOS À IMAGEM E REPUTAÇÃO DAS PESSOAS FÍSICAS E JURÍDICAS. JÁ SÃO 3.3 BILHÕES DE USUÁRIOS ATRELADOS AO CONVÍVIO E AO “ANTICONVÍVIO” DIGITAL NAS REDES SOCIAIS. ESSA CAPTURA DA VIDA HUMANA PELA CONECTIVIDADE ESTÁ ASSOCIADA A UMA ASSUSTADORA DEVASSA DA INTIMIDADE. SER INVISÍVEL OU TER DIREITO AO ISOLAMENTO OU AO ESQUECIMENTO FICOU CADA VEZ MAIS DIFÍCIL NESTES TEMPOS DE DOMÍNIO DA INTERNET E DAS MILÍCIAS DIGITAIS. VIVEMOS A ERA DO BEHAVIORISMO DIGITAL, INIMAGINÁVEL A SEU TEMPO POR IVAN PAVLOV, FISIOLOGISTA RUSSO E PRÊMIO NOBEL EM 1904, QUE PROMOVE EM ESCALA AVASSALADORA A EROSÃO DA AUTONOMIA INDIVIDUAL E DAS ÚLTIMAS RESERVAS DO LÍVRE ARBÍTRIO.

PARECE QUE ESTAMOS PERDENDO O EIXO DE GRAVIDADE A QUE ESTAMOS ACOSTUMADOS E ENTRANDO EM UM NOVO E INSONDÁVEL CICLO DA EXISTÊNCIA. A SENSAÇÃO NÃO DEIXA DE SER PERTUBADORA. NO SEU RECENTE E FESTEJADO LIVRO “NAUFRÁGIO DA CIVILIZAÇÃO: UM OLHAR PROFUNDO SOBRE O NOSSO TEMPO PARA ENTENDER TRÊS FERIDAS DO MUNDO MODERNO: OS CONFLITOS IDENTITÁRIOS, O ISLAMISMO RADICAL E O ULTRALIBERALISMO” (EDITORA VESTÍGIO, 2020), AMIN MAALOUF OFERECE-NOS UMA IMAGEM QUASE CINEMATOGRÁFICA DESSE PROCESSO ABRUPTO DE MUDANÇA DO PARADIGMA DA MODERNIDADE: “ANTIGAMENTE, OS HOMENS TINHAM A IMPRESSÃO DE QUE ERAM CRIATURAS EFÊMERAS NUM MUNDO IMUTÁVEL. AS PESSOAS VIVIAM EM TERRAS QUE SEUS PAIS HAVIAM HABITADO, TRABALHAVAM COMO ELES HAVIAM TRABALHADO, CUIDAVAM-SE COMO ELES FORAM CUIDADOS, INSTRUÍAM-SE COMO ELES SE INSTRUÍRAM, REZAVAM DA MESMA MANEIRA... HOJE, DURANTE TODA A MINHA EXISTÊNCIA TENHO A SENSAÇÃO DE SOBREVIVER, SEM MÉRITO NEM CULPA, A UMA MULTIPLICIDADE DE COISAS QUE, EM TORNO DE MIM, RUÍAM – COMO ESSES PERSONAGENS DE FILMES QUE PERCORREM RUAS CUJAS PAREDES VÃO DESMORONANDO, E MESMO ASSIM SAEM ILESOS, SACUDINDO A POEIRA DAS ROUPAS, DEIXANDO PARA TRÁS A CIDADE VERTIDA NUMA MONTANHA DE ESCOMBROS”.

MAS, NÃO SE PODE ESQUECER QUE O MUNDO E AS CIVILIZAÇÕES SEMPRE FORAM VOLÁTEIS E QUE SEMPRE EXISTIRAM INVENÇÕES E ENGENHOS DISRUPTIVOS E TRANSFORMADORES DA REALIDADE E DAS ETAPAS DA HISTÓRIA. A DIFERENÇA É QUE HOJE OS CICLOS SÃO INFINITAMENTE MENORES. AS UNIDADES DE SÉCULO, DE DÉCADAS E DE ANOS NÃO MAIS DEMARCAM O CURSO DA EVOLUÇÃO E DO DESTINO DA HUMANIDADE, QUE HOJE SE PODE FAZER E ALTERAR EM FRAÇÃO DE SEGUNDOS. O ADVOGADO QUE NA ATUALIDADE SE ENCONTRA EM MEIO A ESSE TURBILHÃO DE MUDANÇAS E INCERTEZAS TERÁ POR CERTO DE ASSUMIR O COMPROMISSO DE SEGUIR EM FRENTE, SEM PRECONCEITO E SEM RECEIO DE MUDAR E DE SE ADAPTAR ÀS NOVAS TECNOLOGIAS QUE IMPACTAM A FORMA DE EXISTIR. ACREDITO QUE NOSSA NOBILITANTE PROFISSÃO E A COGNIÇÃO JURÍDICA CONTINUARÃO A DESEMPENHAR SEU HISTÓRICO PAPEL COMO INSTRUMENTO DE PROGRESSO, DE AVANÇO CIVILIZATÓRIO E DE PACIFICAÇÃO SOCIAL. AONDE HAJA UM NECESSITADO DE JUSTIÇA, LÁ ESTARÁ O ADVOGADO. PORÉM, TEMOS DE TER CONSCIÊNCIA DE QUE AS TRANSFORMAÇÕES NO EXERCÍCIO DA PROFISSÃO ESTÃO NA ORDEM DO DIA E SÃO INEVITÁVEIS. A ADVOCACIA, EMBORA NÃO MAIS SOB A FORMA E AS ROTINAS COM QUE HOJE A CONHECEMOS, TEM O DESTINO DA PERENIDADE PORQUE SE CONFUNDE COM A LUTA ESSENCIAL E INTERMINÁVEL DO SER HUMANO EM BUSCA DA FELICIDADE E DA REALIZAÇÃO MATERIAL E ESPIRITUAL PELA VIA DO DIREITO E DOS IDEAIS DE JUSTIÇA. NESTE PERÍODO DE TRANSIÇÃO A UM FUTURO INDECIFRÁVEL SE NOS IMPÕE O DESAFIO CONTÍNUO E DARWINISTA DE APRENDER, DE DESAPRENDER E DE REAPRENDER. COMO DIZIA CECÍLIA MEIRELES NOS VERSOS SOBRE A REINVENÇÃO DA VIDA, TEMOS QUE NOS REINVENTAR A CADA MANHÃ DE CADA DIA, SEM APEGOS EXCESSIVOS AO PASSADO E ILUSÕES DE PERMANÊNCIA.

DE MINHA PARTE, SINTO QUE JÁ ESTOU COMEÇANDO A VIVER O OCASO DA VIDA VIVIDA, DO EXERCÍCIO CONCLUSIVO DA ADVOCACIA, DO MAGISTÉRIO EMÉRITO E O RECESSO DOS COMBATES TRAVADOS, NA CONSCIÊNCIA DE QUE DEVEMOS TER UMA RELAÇÃO A MAIS HARMONIOSA COM O TEMPO. SOBRETUDO QUANDO O MUNDO É E DEVE SER CADA VEZ MAIS DOS JOVENS, DESSA GERAÇÃO ADMIRÁVEL DOS “MILLENIALS” NASCIDOS NO FINAL DO SÉCULO PASSADO, CUJOS HORIZONTES NÃO SÃO NEM PIOR NEM MELHOR DO QUE OS NOSSOS, SÃO APENAS DIFERENTES, COM NOVOS PARADIGMAS, COM NOVAS EMOÇÕES, MAIS DIGITAIS, COM NOVAS VIAGENS, MAIS SIDERAIS, E POR CERTO COM NOVOS SONHOS, APENAS MAIS DIFÍCEIS DE SEREM SONHADOS POR NÓS.

RUI BARBOSA, PATRONO DA MEDALHA QUE ME OUTORGAIS NUM RASGO DE GENEROSIDADE, NASCIDO EM SALVADOR EM 1849 E FALECIDO EM PETRÓPOLIS EM 1923, ENCARNOU O BRILHO ILUMINISTA NESTES TRÓPICOS, COMO JURISTA, ADVOGADO MILITANTE, DEFENSOR DAS LIBERDADES CIVIS, MEMBRO FUNDADOR E PRESIDENTE DA ACADEMIA BRASILEIRA DE LETRAS, DIPLOMATA, FILÓLOGO, JORNALISTA, ABOLICIONISTA, TRADUTOR E ORADOR EXPONENCIAL. MOSTRA-NOS O MEMORÁVEL LUÍS VIANA FILHO, AVÔ MATERNO DO NOSSO BRILHANTE E QUERIDO VICE-PRESIDENTE LUIZ VIANA QUEIROZ, NO ADMIRÁVEL LIVRO “A VIDA DE RUI BARBOSA”, EDITADO PELA COMPANHIA EDITORA NACIONAL EM 1941, QUE O PATRONO DA MAIOR COMENDA DA ADVOCACIA BRASILEIRA, SIMBOLIZA O QUE HÁ DE MELHOR NO PENSAMENTO JURÍDICO DA LIBERDADE, CONTRA TODAS AS FORMAS DE ABUSO, DE VIOLÊNCIA E DE AUTORITARISMO QUE POSSAM CONSTITUIR MENOSCABO AOS DIREITOS FUNDAMENTAIS DO SER HUMANO E ÀS PRERROGATIVAS DOS ADVOGADOS. NA MEMORÁVEL “ORAÇÃO AOS MOÇOS”, QUE É UM DISCURSO ESCRITO PARA PARANINFAR OS FORMANDOS DA TURMA DE 1920 DA FACULDADE DE DIREITO DO LARGO DE SÃO FRANCISCO, EM SÃO PAULO, RUY BARBOSA FALA-NOS COM GENIALIDADE SOBRE A ÉTICA E OS DEVERES DO ADVOGADO. OCORRE-ME REMEMORAR, NESSE TEXTO SUBLIME, A PASSAGEM ACERCA DO ENCONTRO DOS TEMPOS EMPREENDIDOS PELO CORAÇÃO HUMANO. EIS O QUE ESCREVE O GRANDE RUY:

“PARA O CORAÇÃO –– NÃO HÁ PASSADO, NEM FUTURO, NEM AUSÊNCIA. AUSÊNCIA, PRETÉRITO E PORVIR, TUDO LHE É ATUALIDADE. TUDO PRESENÇA. MAS PRESENÇA ANIMADA E VIVENTE, PALPITANTE E CRIADORA, NESTE REGAÇO INTERIOR, ONDE OS MORTOS RENASCEM, PRENASCEM OS VINDOIROS E OS DISTANCIADOS SE AJUNTAM, AO INFLUXO DE UM TALISMÃ, PELO QUAL, NESSE MÁGICO MICROSCÓPIO DE MARAVILHAS, ENCERRADO NA BREVE ARCA DE UM PEITO HUMANO, CABE, EM EVOCAÇÕES DE CADA INSTANTE, A HUMANIDADE TODA E MESMO A ETERNIDADE”.

DEVO DIZER ÀS JOVENS GERAÇÕES DE ADVOGADAS E ADVOGADOS: NÃO SE PREOCUPEM CONOSCO. TIREM ALGUM PROVEITO DO POUCO QUE DEIXARMOS AO SEU DESFRUTE. ABRAM OS SEUS CAMINHOS. CONSTRUAM A SUA HISTÓRIA COM A FÉ E A PAIXÃO ARREBATADORA QUE MOVE MONTANHAS. A NOSSA, JÁ A FIZEMOS. MAS, LEMBREM-SE SEMPRE QUE A NOSSA OAB É DE VOCÊS TAMBÉM, QUE ESTÁ A SERVIÇO DE TODA A NOSSA VALOROSA CLASSE, DA SOCIEDADE BRASILEIRA, QUE QUEREMOS JUSTA E FRATERNA, E DOS DESTINOS DE GRANDEZA DO NOSSO PAÍS, QUE CUMPRE A NÓS TORNAR REALIDADE. A OAB É UMA CASA IMPERECÍVEL DA ESTIRPE FANTÁSTICA DOS ADVOGADOS DE HOJE E DE SEMPRE, É SOBRETUDO UMA CASA DA UNIÃO DE TODOS NÓS, DA AMIZADE, DA DIGNIDADE E DA ÉTICA, DA TRIBUNA LIVRE, DAS LUTAS DEMOCRÁTICAS E DAS ESPERANÇAS QUE NÃO MORREM JAMAIS.
MUITO OBRIGADO QUERIDAS AMIGAS E AMIGOS. SEGUIMOS JUNTOS!

Rio de Janeiro, 30 de setembro de 2020

Carlos Roberto Siqueira Castro