Técio Lins e Silva é homenageado com o título de cidadão niter

FONTE: Consultor Jurídico - 29/08/2019

O ex-presidente do Instituto dos Advogados Brasileiros Técio Lins e Silva foi homenageado com o título de cidadão honorário niteroiense, em sessão solene promovida na Câmara Municipal de Niterói (RJ), na noite desta terça-feira (27/8), no Plenário Brígido Tinoco. O título honorífico é concedido a pessoas que tenham reconhecidamente prestado serviços ao município, ao estado, à União, à democracia ou a causa da humanidade.

Criminalista Técio Lins e Silva foi homenageado pela cidade de Niterói.

A iniciativa de homenagear o criminalista partiu do vereador Leandro Portugal (PV). A diretora-adjunta Kátia Tavares representou o IAB na sessão solene, que contou com a presença do prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PDT), e leu uma saudação a Técio Lins Silva escrita pela presidente nacional do instituto, Rita Cortez.

“O IAB é testemunha da enorme contribuição conferida por um dos seus mais ilustres presidentes à construção e preservação do estado democrático de direito, à observância do estado constitucional e ao respeito às prerrogativas da advocacia”, leu Kátia Tavares.

Por meio da diretora-adjunta, a presidente do IAB disse, também, que “o ato de homenagear lideranças da advocacia, como Técio Lins e Silva, transforma-se num grito em prol do respeito e da dignidade da nossa classe”.

Segundo Rita Cortez, “é o reconhecimento cabal da nossa sociedade aos que se destacam no cenário social e cultural, não só no município, mas no país, com efetivas contribuições à cidadania”.

Na sua saudação ao ex-presidente do IAB, a advogada disse ainda: “Sou amiga e admiradora do presidente, cidadão niteroiense e advogado Técio Lins e Silva, e lamento muito estar ausente, uma vez que é um orgulho para nós, confrades e confreiras do IAB, a iniciativa da Câmara Municipal de Niterói de conceder a honraria, em razão da sua participação ativa na defesa de uma sociedade igualitária e na construção de um Brasil democrático no qual reine o progresso e a justiça social”. Com informações da Assessoria de Imprensa do IAB.


FONTE: Consultor Jurídico - 29/08/2019