A Biblioteca Aarão Reis armazena a memória cultural da produção jurídica de seus associados e enriquece seu acervo, distribuído entre livros, periódicos, obras de referências em várias áreas do Direito, destacando-se os tradicionais campos do conhecimento: Direito Administrativo, Agrário, Ambiental, Aeronáutico, Autoral, Canônico, Civil, Comercial, Comparado, Constitucional, Consumido, Criminologia, Deontologia, Eleitoral, Ética, Falimentar, Filosofia, Filosofia do Direito, Financeiro, História do Direito Brasileiro, História do Direito Estrangeiro, História Geral, Internacional Público, Internacional Privado, Marítimo, Medicina Legal, Militar, Penal, Previdenciário, Processual Civil, Processual Militar, Processual Penal, Romano, Sociologia, Tecnologia, Trabalho e Tributário. As doações são registradas nas atas das sessões plenárias e cadastradas no sistema de controle: Conheça as últimas doações.
DUARTE, Fernanda; Iorio Filho, Rafael Mario; Lima, Roberto Kant de (Orgs.) O judiciário nos Estados Unidos e no Brasil: análises críticas e pesquisas comparadas. Curitiba: Ed. CRV, 2020. Resultado de uma pesquisa sobre a administração institucional de conflitos, o livro traz uma série de artigos sobre o Judiciário norte-americano comparado ao Judiciário brasileiro, que tem por finalidade apresentar análises críticas de teorias e problemas do debate acadêmico sobre o Judiciário norte-americano, suas teorias, práticas e decisões judiciais.  
DIREITO das minorias: justiça, equidade e diversidade. Rio de Janeiro: Conquista, 2019. O livro Direito das Minorias tem como objetivo mostrar que as classes menos favorecidas, como índios, afrodescendentes, analfabetos, migrantes, mulheres, homossexuais, entre outras, que muitas vezes são renegadas pelo Estado, tem seus direitos assegurados na Constituição Federal e, por um Estado que o apoie através de políticas públicas que atendam aos seus interesses e necessidades reais e substanciais, mesmo que estes não correspondam aos desejos da maior parte da população.  
SANTOS, Alessandra (Coord.). Conversas sobre direitos. Rio de Janeiro: Conquista, 2018. MOREIRA, Alessandra; MIRANDA, Alexandre (Coords.). Conversas sobre direitos II. Rio de Janeiro: Conquista, 2019. Os livros Conversas Sobre Direitos e Conversas Sobre Direitos II são duas coletâneas com artigos produzidos por profissionais das carreiras jurídicas, como direito das mulheres, eleitoral, ambiental, penal, da família, cidadania e alienação parental, entre outros. Os artigos são de fácil leitura, sendo acessível ao público em geral e não somente para os profissionais das áreas jurídicas.  
JUNQUEIRA, André Luiz. Condomínios: direitos e deveres. Rio de Janeiro: Auriverde, 2014. Resultado de uma extensa pesquisa na legislação, doutrina e jurisprudência brasileiras sobre condomínios e de um estudo comparativo com o Direito de Portugal, da Itália, da Argentina e da França, o livro tem como objetivo contribuir para um melhor entendimento da disciplina legal aplicável aos condomínios edilícios e, consequentemente, à harmonia das relações condominiais. O autor recomenda a leitura a advogados, juízes, notários, registradores, construtoras, empresas que atuam com incorporação imobiliária ou gestão condominial, síndicos e quaisquer interessados em condomínios.  
SCHMIDT, Gustavo da Rocha. Arbitragem na administração pública. Curitiba: Juruá, 2018. O crescimento nas áreas de arbitragem e mediação vem criando um novo mercado profissional para advogados e não advogados. O autor explica a partir das suas experiências profissionais, como professor e administrador, a arbitragem na administração pública, propondo com clareza e pragmatismo uma regulamentação geral que sirva de modelo para a União, estados e municípios.  
Rafanhim, Camila Sailer; Melo, Raimundo Simão de; Nicoladeli, Sandro Lunard (Orgs.). Tutela coletiva trabalhista: entre a teorização programática e a tensão pragmática. Belo Horizonte: RTM Ed., 2020. O objetivo dos organizadores é que o livro sirva como material complementar de apoio ao tema tutela jurisdicional coletiva, uma vez que tema é pouco abordado em obras jurídicas. Os artigos têm como finalidade apresentar o direito coletivo do trabalho como uma nova possibilidade a ser explorada, revolucionando o direito do trabalho.  
PIRES, Alex S. X., TRINDADE, Carla D. e AZNAR FILHO, Simão. Constitucionalismo luso-brasileiro: leitura normativa no âmbito do domínio da lei e da humanização das relações. Lisboa: s.n., 2017. A obra tem como objetivo discutir o constitucionalismo luso-brasileiro no âmbito da lei e da humanização das relações. Os autores utilizam os textos constitucionais vigentes em alguns momentos da história de Portugal e Brasil, para fazer um comparativo e evidenciar os pontos em comum nos dois sistemas.  
PIRES, Alex S. X., TRINDADE, Carla D., OLIVEIRA, Francisco de A. e AZNAR FILHO, Simão. Sistema de antecipação de tutela: a antecipação de tutela por seus fenômenos processuais. Rio de Janeiro: s.n., 2008. Os autores tratam das tutelas inovadoras cujo objetivo é romper com o conservadorismo dos procedimentos, investigar a efetividade entre a rapidez do provimento e a segurança jurídica do ato.  
PIRES, Alex S. X., TRINDADE, Carla D., OLIVEIRA, Francisco de A. e AZNAR FILHO, Simão. Sistema de tutela provisória: a tutela provisória por seus fenômenos processuais. Rio de Janeiro: s.n., 2016. O objetivo da obra é facilitar o entendimento do leitor acerca da teoria aplicada aos institutos e, como ela pode ser exercida na prática. Os autores destacam a preocupação com a troca da ordem processual civil anterior até a atual.  
Doação do Tribunal Superior Eleitoral TRIBUNAL Superior Eleitoral. Sistematização das normas eleitorais. Brasília: Tribunal Superior Eleitoral, 2019. 9 v. A Coleção Sistematização das Normas Eleitorais foi lançada sob coordenação do ministro Edson Fachin, com o auxílio de membros do Ministério Público, da comunidade acadêmica e da Justiça Eleitoral. A obra se divide em nove volumes: o primeiro fala sobre a metodologia usada na construção da obra e, os outros oito volumes se dividem em eixos temáticos, que tratam sobre Justiça Eleitoral, propaganda eleitoral, contencioso eleitoral, direitos políticos, financiamento de campanha, crimes eleitorais, partidos políticos e, eixo transversal, que aborda a participação de mulheres, jovens, indígenas, negros, presos e pessoas com deficiência.